Por uma Vida mais Leve (15 Passos)

Hoje fui conversar com um amigo meu sobre o relacionamento que ele está iniciando, e como normalmente faço, dei minha opinião sincera sobre o assunto, discutimos, rimos, o normal. No final da conversa ele vira para mim e fala: vc esta diferente, mais de um jeito bom. Essa viagem te fez muito bem. Minha resposta para ele foi simples: não é a viagem, são as férias. E ele me sugere que eu deveria tentar manter a leveza, calma durante o ano inteiro. Eu simplesmente pensei: deveria. Mas impossível eu ter uma vida leve.

Será que é?

Há não muito tempo atrás, eu escrevi um texto aqui no blog sobre querer voltar a ter uma vida. E eu preciso dizer, eu voltei. E eu nunca dormi tanto! Nesse mês de dezembro eu reconquistei o meu espaço no mundo, na minha vida. E foi bom. Agora em Maio, eu voltarei completamente a ativa, voltar a estudar e tudo o mais. Eu amo medicina, até cheguei a pegar num livro o outro pra tirar umas dúvidas antes, durante o Intercâmbio. Mas agora é hora de volta a rotina e eu não sei se quero. Não quero me estressar e me maltratar mais, eu quero me cuidar, ter uma vida leve, tranquila… Isso me levou a questionar como eu conseguiria atingir meu objetivo.

Será que eu consigo?

Fui buscar a minha resposta e acredito que tenha encontrado. Gerei 15 passos para ter uma vida mais leve e pretendo voltar aqui nesse post em todos os momentos que precisar para me relembrar do que devo e principalmente do que não devo fazer.

Por uma Vida mais Leve

  1. Respire. Tem muita coisa para fazer? Respire fundo antes de começar. As coisas parecem sem solução? Respire fundo antes de pensar no problema. Respire, apenas respire.
  2. Pense menos, principalmente no futuro. Don’t over think. Se preocupe com as coisas quando elas acontecerem, não fique antecipando problemas e se preocupando com eles. Viva o momento, não os problemas futuros. Dê tempo ao tempo.
  3. Ria mais. Ria de si mesmo. Fez burrada? Ria. Ache graça do que fez. Veja o lado engraçado da coisa. Nesse é importante tomar cuidado. Não estou falando para cair na gargalhada se você gastar todo o seu dinheiro no poker. Mas ria mais de si mesmo, dos seus micos, gafes, erros bobos do dia a dia, que eu geral te deixariam irritado.
  4. Você não precisa saber tudo. Pode perguntar, se esquecer, gaguejar. Você não é um robô nem uma enciclopédia. Não precisa ter a resposta para tudo todo o tempo, nem estar sempre certo.
  5. Faça menos coisas. Esse é importante. Aprenda a administrar o seu tempo. Saber dizer não é necessário! 
  6. Se cobre menos. Estabeleça metas possíveis. Você é capaz de fazer muita coisa em muito pouco tempo, mas pra que correr? Apreste o meio do caminho, aprenda com ele. Tenha menos obrigações e mais momentos de lazer. A vida passa rápido, não gaste ela com tarefas.
  7. Cultive as amizades, a família. Valorize as pessoas ao seu redor. Esteja mais tempo com as pessoas que te fazem bem.
  8. Faça exercícios, coma menos comidas gordurosas, beba mais água. Seu corpo vai responder bem a isso e você vai começar a se sentir mais leve, mais bem disposto. Cuide do seu corpo, ele não pode ser substituído. 
  9. Contamine-se com coisas simples: um por do sol, uma sobremesa, andar descaço na areia, um carinho inexperado. Aproveite o momento.
  10. Seja mais positivo. 
  11. Se livre de coisas que estejam entulhando o ambiente. Locais mais claros, arejados, com menos coisas, mais organizados.
  12. Se livre daquilo que não te faz bem, que te trava o riso. 
  13. Se importe menos com a opinião alheia. Esse é importante. Por exemplo: minha mãe, minhas amigas podem achar que não devo abrir mão do meu emprego para ficar em casa com meu filho, que devo manter os dois. Mas eu me sinto mal assim e gostaria de passar mais tempo com meu filho, ver ele crescer. Então vai. Não importa o que os outros pensam, desde que você saiba o que quer, esteja em paz com as suas decisões.
  14. Ame-se. Se compare menos aos outros. Não fique triste por que alguém é melhor ou mais bonito que você, não fique com inveja. Saiba se amar pelo que você é. Quer saber fazer alguma coisa? Quer ter alguma coisa? Vai atrás. Mas não fique triste.
  15. Tome o seu tempo. Cada um tem seu tempo, seu momento de adaptação, de mudança, de decidir levantar e sacudir a poeira. Perceba qual é o seu e tome ele pra si. Você não precisa estar sempre pronta, sempre animada. Tome o seu tempo para fazer as coisas do jeito que você quer. Cada um é de um jeito, e você é desse. Não se force a tomar decisões precipitadas ou a fazer coisas que não quer só por que é o que as pessoas gostariam de ver ou aprovariam.
Just Breathe

É isso meus amores. Minha vida está passando por muitas mudanças e eu to meio perdida no meio do temporal. Fiz esse post pra vocês mas também pra mim. To precisando seguir pouquinho as minhas próprias dicas para ter essa vida mais leve. Me preocupar, me desgastar menos. Afinal, a vida é uma só. Se vivermos nos preocupando e estressados, o que sobra no final?

Eu to meio atrasada para responder os comentários, mas como eu disse, ta tudo meio doido. Vou tentar parar esse final de semana para fazer isso ok?! Amo os comentários de vocês e juro que já li todos, só não respondi. Por falar em comentário, me contem, o que vocês acham dessa vida mais leve? Como é a vida de vocês? Sentem que merece uma mudança? Estão felizes? Vocês adicionariam mais alguma coisa na lista de passos? Bom, por hoje é isso meus amores!

Mil e um Beijinhos e até a próxima!

FanpageInstagramTwitterBloglovinFlickrTumblr

4 comentários sobre “Por uma Vida mais Leve (15 Passos)

  1. Tariana Pestana disse:

    Todo mundo passa por uma época de temporal na vida né.
    Eu tô numa fase muito corrida e a minha principal dificuldade é desapegar da rotina, por querer conseguir fazer tudo em casa/trabalho/blog/academia/hobbies. Mas aí eu entro em conflito, porque preciso do meu tempo pra fazer NADA, um ócio criativo que é extremamente importante pra mim, uma pausa pra respirar.
    É uma constante tentativa de equilibras as cosias, as vezes pesa pra um lado, outras pro outro. Por isso acho muito importante tirar uns diaszinhos de férias pra viajar de vez enquando.

    • marialowen disse:

      As vezes férias é necessário para você ficar na cama olhando pro teto, o tal do ócio criativo que você falou, o tempo para você mesma. Por que não sei com você, mas as vezes viajar me cansa tanto… É uma delícia, mas nem sempre é o que precisamos. Mas é isso aí, lá vamos nós querendo dar conta de tudo o tempo todo hauha. Acho que é quase um vício sabia?! ahuhau
      Beijinhos

  2. Lorraine Faria disse:

    passos tão simples e que justamente pela correria deixamos passar!!! eu sempre preciso me lembrar de me cobrar menos, se a cobrança externa já não é bacana, que dirá a nossa né? beeeijo :**

    • marialowen disse:

      Pois é! Acho que sou a pessoa que mais me cobro de todas! Mas isso ta longe de ser saudável né, a vida vai além das nossas tarefas e trabalho, precisamos pensar um pouco em nós mesmos, no queremos e também no que o nosso corpo está pedindo naquele momento.
      Beijos

Deixe uma resposta