Outubro Rosa – Câncer de Mama

Oi meus amores! Então, estamos no mês de outubro. E esse mês temos a campanha do outubro rosa, que é sobre a prevenção do câncer de mama. Sendo assim, eu vim aqui falar para vocês um pouquinho sobre o assunto.

Outubro rosa - Câncer de Mama

Bom, como vocês sabem, Câncer não é só os exames  que fazemos para descobrirmos se temos ou não, é também o estilo de vida que levamos antes e assim facilitando ou não o seu aparecimento. E aí quando isso tudo falha e estamos mesmo destinados a ter a doença, aí sim os exames são importantes, que podemos detectar o problema cedo e assim temos mais chances de nos livrarmos dele e de passarmos por um tratamento mais tranquilo. Então vamos começar discutindo os principais fatores de risco para o câncer de mama, focando principalmente naqueles que podemos realmente fazer alguma coisa sobre.

Fatores de Risco – Câncer de Mama

  • Ser Mulher – homens também podem ter câncer de mama, mas a grande maioria dos casos são em mulheres, dessa forma, ser mulher é fator de risco
  • Idade maior que 40 anos – a partir dessa idade que começamos a ter um maior número de casos novos de câncer de mama
  • História Familiar – Se você tem parentes de primeiro grau com câncer de mama, as chances de você ter também são 2,5 vezes maiores do que da população geral. E se for um parente de segundo grau, 1,5 vezes maior.
  • Antecedente pessoal de outro tipo de Câncer – se você já teve outro Câncer, principalmente os de endométrio, ovário e cólon.
  • Antecedente de radioterapia mediastinal para Linfoma de Hodking – pela alta exposição das mamas à radioterapia
  • Menarca precoce e menopausa tardia – se você menstruou cedo ou entrou na menopausa mais tarde, seu corpo ficou mais tempo exposto ao estrogênio, aumentando assim os riscos.
  • Nuliparidade e primiparidade idosa – nunca ter filhos ou ter filhos a partir de determinada idade
  • Anticoncepcional combinado
  • Terapia hormonal – pelo mesmo princípio de estrogênio circulando pelo corpo por mais tempo.
  • Dietas ricas em gordura
  • Uso crônico de bebidas alcoólicas
  • Tabagismo – discutível fator de risco para câncer de mama, mas é fator de risco para tantos outros, que sempre vale a pena parar.
  • Fazer terapia ionizante antes dos 40 anos de idade
  • Sedentarismo
  • Genética – presença dos gene BRCA1 ou BRCA2

Então, principalmente o sedentarismo, pílula, são as coisas que podemos ou não fazer para evitar a doença. Agora vamos falar de quando devemos começar a fazer a mamografia e com que frequência está deve ser feita e até quando.

Rastreio – CÂNCER DE MAMA

ca-de-mama2

Ou seja, mulheres entre 40 e 49 anos, devem fazer o exame clínico da mama anualmente e se alguma alteração, aí sim fazer a mamografia. A partir dos 50, deve-se fazer o exame clínico da mama anualmente e a mamografia, se tudo normal, a cada dois anos. E em caso de pessoas com risco elevado para câncer de mama, essa pesquisa deve começar aos 35 anos com exame clínico e mamografia anuais.

Então se você é, ou conhece alguém dentro dessas idades, e que não esteja fazendo direitinho os exames, eles estão disponíveis de graça! É só ir em qualquer unidade de saúde, como clínica da família, posto de saúde, e falar que quer fazer, que o médico da unidade fará o encaminhamento e o pedido para que seja feito. É simples, fácil, rápido e extremamente importante!

Bom, é isso que eu tinha para falar com vocês hoje. Espero que tenham gostado do post. Depois me contem o que acharam e se gostariam que eu fizesse também sobre o câncer de colo de útero!

Mil e um beijinhos e até a próxima!

FanpageInstagramTwitterBloglovinFlickrTumblr

Related Posts

Bullet Journal de Outubro

2016-09-27 16:54:06

18

Playlist de Outubro

2015-11-01 16:59:37

18

Livros Para Ler em 2019

2018-12-27 19:29:32

8

Deixe uma resposta