O Primeiro Xixi a Gente Nunca Esquece

Terceiro dia na pediatria e eu não poderia imaginar que esse dia chegaria tão cedo. O dia começou normal. Primeiro paciente uma menininha lindinha de 1 mês de idade, quase não chorou nem resmungou e eis que comecei a ter um pouquinho menos de horror a pediatria. Horror a pediatria? Não me entendam mal, não sou daquelas que odeiam crianças em geral. Eu tenho é horror aquelas que a gente vê no meio do shopping esperneando e se jogando no chão, aquelas que gritam ao invés de chorar. Eu gosto de música alta, não de barulho aleatório. E juro, dói o tímpano.

Birra

Mas voltando, M. era uma coisinha muito fofa! Ela ria e te olhava com aqueles olhinhos que pareciam que tavam vendo você falar blah blah blah e tentando decifrar o que diabos aquela pessoa grande estava fazendo. Terminamos a consulta e eu estava pensando: talvez pediatria não seja tão ruim assim, talvez ainda existam crianças toleráveis e até fofas no mundo.

Próximo!

Eis que entra P. Um bebê de quase 7 meses de idade. Super esperto, ativo, risonho e nenhum um pouco chorão. Fizemos tudo da consulta com calma. A primeira criança que eu examino do começo ao fim sozinha, esquanto minha amiga colhe a história com a mãe. Perímetro cefálico, ausculta… E eis que chega a hora de avaliar o bumbum e o piupiu. Estou no meio do exame eis que surge, o chafariz. “P.! Fez xixi! Huahau”.

Xixi bebê

Esta foi a minha reação, juro. Meu namorado não acredita, acha que eu não sou dessas, que eu ficaria p*** e chingando até a 14ª geração da criança. Mas não. Aparentemente eu não odeio tanto pediatria assim. P. até ganhou uma cosquinha depois do episodio!! Claro, eu não fiquei toda molhada, talvez se fosse o caso eu mudaria de postura e ficaria mais irritada. Mas foram só os braços. E ele ria tanto… Que não tinha como eu ficar irritada com aquela coisinha fofa!! Sorriso de criança, especialmente de bebês, não tem preço! <3

Sorriso Bebê

Terceiro dia de Puericultura (aula de atendendo bebês). E eis que finalmente desvendo o mistério da Pediatria. Afinal, por que diabos alguém iria querer cuidar daqueles monstrinhos que choram, gritam, fazem birra, vomitam, fazem xixi em você e tudo o mais? E tudo isso, graças ao xixi.

Mil e um beijinhos e rosadinhas de bebês pra vocês e até a próxima!

FanpageInstagramTwitterSkoob Bloglovin

deixe um comentario3