Planejando Viagens de Final de Semana – Europa

Oi gente! Então, como eu to aqui na Europa, resolvi aproveitar e ir conhecer cidades e países vizinhos. E hoje eu vim contar pra vocês os lugares que quero ir visitar e mostrar pra vocês como e o meu processo pra organizar essas viagens de final de semana pela Europa! E só pra constar, o processo é o mesmo quando eu to no Brasil e quero simplesmente fugir da rotina e ir viajar um cadinho. A única diferença é que as vezes pulamos etapas por já termos noção do que pe melhor ou não. Então vamos lá, passo a passo.

Viagens de final de semana – Onde eu Quero ir

mapa

  • Aveiro
  • Porto
  • Lisboa
  • Sintra
  • Madrid

Estou em Coimbra, aquele pontinho verde ali huhua.

Vamos planejar uma viagem de final de semana pela europa?

1. Olhar o Mapa

Bom, como não conheço a região, o primeiro passo foi abrir o Google maps e dar uma olhada nos locais que tínhamos próximos.

2. Pesquisa geral na internet

Procurei sites e blogs de viagem falando as cidades que encontrei próximas e também as que não encontro, e assim achei alguns outros lugares para ir que não tinham me chamado atenção antes. A regra aqui é olhar fotos dos lugares e ler um pouquinho a respeito.

3. Lista de Locais de Interesse

Nesse momento fazer uma lista com os locais de interesse e procurar fotos e informações de cada uma é fundamental. Dessa forma consegui determinar aquelas que mais me interessavam e eliminar algumas.

4. Voltar ao mapa

Agora o objetivo é ter noção do tempo de viagem, da distância e do meio de transporte que vai ser escolhido para cada um dos locais de interesse.

5. Datas e horários

Agora sabendo tendo uma noção do tempo de viagem, distância e já tendo uma noção da quantidade de pontos que gostaria de visitar em cada local, determino quando seria melhor de encaixar a viagem. Por exemplo, Madrid é mais longe e tem muitos lugares para serem visitados. Sendo assim, vamos em uma semana que teremos a sexta feira de folga, podendo assim ir viajar na quinta à noite.

6. Trem, avião, carro

Agora o momento é sentar e fazer pesquisa de preço e definir como vamos para cada local levando em consideração dificuldade de locomoção, preço, tempo de viagem e conveniência. Por exemplo, Madrid é relativamente longe, outro país, mas para pegar avião, daqui de Coimbra, temos que ir até Lisboa ou Porto. De trem, diretamente de Coimbra, pegaríamos um trem noturno e chegaríamos lá pela manhã. Dessa forma, a viagem seria bem mais curta de avião, porém, bem mais cara e de certa forma desconfortável, uma vez que teríamos que ficar migrando de meios de transporte. Dessa forma economizamos e temos menos pontos onde podemos dar problema na nossa viagem. Depois vou detalhar em posts separados, como decidi ir para cada local que vou visitar e por que.

7. Comprar as passagens e marcar os hotéis

Temos começado a ver essas coisas com uma antecedência de aproximadamente uma semana. Por que? Bom, primeiro por que aqui temos descontos em alguns tipos de trem se compramos com antecedência de uma semana ou mais. Além disso, gosto de ter tudo organizado o mais cedo possível pra poder deixar tudo certinho.

Quanto ao local para ficar, sempre olho preços no AirBnB e no Booking.com. E aí eu escolho a melhor opção, custo beneficio. Coisas importantes para de levar em conta:

Hotéis
  • Valor
  • Localização (Proximidade de metrôs, de pontos turísticos, quanto mais no centro da cidade, em geral, melhor)
  • Conforto
  • Horários de check in e check out
  • Críticas de outras pessoas que lá ficaram

Ultimamente tenho ficado muito em AirBnB, em geral, tem sido mais barato e tem tido apartamentos melhores. Tirando alguns poucos lugares.

Passagens

Seguem abaixo alguns links importantes pra procurar as passagens, tanto de trem como de avião (passagens baratas em companhias low cost que mais uso)

Ryanair
EasyJet
Comboios de Portugal
Interrail

Viagens de final de semana - porto

7. Agora começa a diversão.

Agora é hora de pesquisar os pontos de interesse, que quer visitar e montar um roteiro certinho por cada dia de viagem, levando em consideração o ponto de partida, horários de check in e check out de onde vamos passar a noite e o horário das passagens, além da localização de cada um desses lugares (hotel/pousada/apartamento, estação de trem/aeroporto). Tomando cuidado para não perder nada no caminho e colocando locais para comer no caminho. Pesquise também se vai precisar usar transportes da cidade e já veja preços, onde comprar as passagens e tudo o mais.

8. Detalhes a serem levados em consideração
  • Checar a previsão do tempo e adaptar o roteiro a ela – se estiver previsto muita chuva, melhor adaptar seu roteiro para ir visitar locais cobertos e fechados nos dias de chuva e os outros nos dias que o clima estiver melhor e considerar utilizar mais o transporte público. Não esquecer também de adaptar as roupas e colocar um guarda chuva na mala.
  • Levar em consideração as outras pessoas que estarão indo com você – por exemplo, eu gosto de fazer tudo a pé e costumo andar bem rápido, parando apenas para tirar fotos. Mas vou viajar com outras pessoas e na hora de calcular o roteiro, preciso considerar a resistência a andar dessas pessoas e a velocidade, para que dê tempo de fazer tudo é para que ninguém fique reclamando de andar.
  • Levar sempre um dinheiro para emergências
  • Não esquecer o passaporte!

Bom, espero que tenham gostado do post! E que ajude! Depois me contem seus planos para dar aquela escapadinha! Beijos!

FanpageInstagramTwitterSkoobBloglovin

Bullet Journal – O que é? Como fazer?

Oi meus amores, hoje eu vim falar de uma recente descoberta minha, o Bullet Journal. E como eu estou adorando esse novo sistema de organização.

O que é o Bullet Journal?

É um sistema de organização personalizável e tolerante (ele aceita qualquer coisa, mesmo! Hauuha). Pode ser a sua lista de tarefas, o seu caderno de desenhos, seu caderno de anotações, seu diário, mas geralmente ele é tudo isso junto. Ele vai te ensinar a fazer mais com menos.

Bullet Journal

Por que eu estou amando o Bullet Journal?

O primeiro ponto que pra mim é muito, muito importante é que eu sou uma pessoa muito visual, e eu gravo as coisas melhor escrevendo e me sinto mais confortável desse jeito. Sendo assim, a maioria das minhas listas de tarefas e anotações, são feitas em papel e eu fatalmente acabava com milhões de papeis e perdendo alguns dele com o passar do tempo, esquecendo onde estavam ou até da sua existência e tendo que começar tudo de novo. Tipo, se eu fizesse uma lista de filmes que eu quero assistir, ela vai sempre existir e eu vou acabar esquecendo onde coloquei, ou pior, o papel vai acabar virando vaca (ficar todo dobrado e destruído) e eu vou ter que começar tudo de novo. E o Bullet Journal resolve todos esses problemas pra mim, pois eu tenho tudo em um só caderno.

Tarefas demais

Ponto 2 é que ele me ajudou muito a me organizar, ajeitar as minhas prioridades e os meus dias. Agora todo dia a noite eu sento eu penso o que tenho para fazer no dia seguinte e escrevo tudo direitinho. Além disso, se tenho que reescrever a mesma tarefa por 3 dias seguidos, por não ter cumprido ela antes, sinto que é hora de sentar e ver qual o problema ou apenas me der uma bronca interna e fazer logo o que tem que ser feito.

Ponto 3, as minhas finanças agradeceram muito! Com essa história toda de intercâmbio e tudo o mais, eu tenho estado com o dinheiro bem contadinho e agora, eu anoto no meu bullet journal, todos os dias, quais foram os meus gastos, de forma que ao final da semana, ou do mês, eu sei exatamente com o que que eu gastei meu dinheiro e dessa forma também consigo imaginar com o que que eu preciso diminuir os meus gastos, pois agora eu tenho essa visão.

Ponto 4. Tem ajudado com a minha saúde também, uma vez que mantenho anotações das minhas atividades físicas do dia, do quanto eu dormi a noite, da quantidade de fibras que eu comi e de quanta água bebi. Eu já disse que sou uma pessoa muito visual, então escrever esses números à noite e vê-los baixos, me estimula a querer melhorar no dia seguinte.

Ponto 5. Eu faço medicina, como muitos de vocês já sabem, e letra de médico muito frequentemente é uma tristeza e a minha apesar de ser perfeitamente legível, não é das mais bonitas do mundo, e com o  Bullet Journal, eu tenho tentado melhorar e venho praticando para tentar melhorar a cada dia mais a minha letra. O que é ótimo, não só pra mim, como para os meus pacientes.

Bullet Journal - Kiss

Ponto 6. Tem me ajudado bastante com o blog e youtube, uma vez que agora eu tenho anotado todos os temas que já tenho prontos, os que preciso escrever, isso tudo com uma certa regularidade. Tem sido uma mão na roda também o instagram, uma vez que de fez em quando estou participando de 3 projetos ao mesmo tempo até e preciso me organizar! E quando dá, tentar conectar o post do instagram com o do blog para ajudar na divulgação do post. E com todas essas informações, eu ia me sentir absolutamente perdida na frente de uma tabela do exel, por exemplo, mas como sou eu que escrevo, vou fazendo minhas anotações como quero, puxo setas quando necessário, faço correções e tudo o mais. Além disso consigo ter uma visualização melhor do todo.

Por enquanto, essas são as coisas que estão me salvando muito no Bullet Journal e por que eu fiquei praticamente viciada. Abaixo eu fiz uma lista de vantagens e desvantagens de se ter / fazer bullet journal. Peguei essas listas da minha opinião e também do que li de pessoas que já testaram e aprovaram ou não o método. Tem gente que não se dá bem com ele, tem gente que ama, acredito que você precise testar para saber como se sente e se gosta.

Bullet Journal - Love

Vantagens do Bullet Journal:

  • Consigo todas as coisas acima, tudo em um único lugar, sem precisar de mil aplicativos para tal
  • Barato (e um caderno e apenas isso)
  • Simples
  • Personalizavel, se adapta às suas necessidades
  • Bonitinho
  • Exercita a sua criatividade
  • Não acaba a bateria
  • Você pode colar coisas (passagens, recortes, cartões)
  • Ajuda você a melhorar a sua letra
  • Você pode pular dias ou gastar mais de uma página em outros

Desvantagens do Bullet Journal:

  • Ao invés de levar uma lista de compras pro mercado, agora eu levo um caderno
  • Carrego meu caderno pra todos os lados
  • Se molhar estraga
  • Se quiser anexar fotos, tem que imprimir
  • Não é tão rápido quanto apertar um botão
  • Você gasta dinheiro (se usar seu celular, mas se usar um planner, acredito que o Bullet Journal seja mais barato).

Como fazer um Bullet Journal?

Arquivo 14-02-16 14 42 32

É isso aí meus amores, espero que tenham gostado do post. Espero que ajude vocês a se organizarem melhor, o que é extremamente necessário! Depois me contem o que acham do sistema Bullet Journal, se gostam, se não, se já tentaram. Me digam se gostaram do post também e se querem mais posts sobre o assunto!!

Mil e um beijinhos e até a próxima!

FanpageInstagramTwitterSkoob Bloglovin