Cuidando dos meus Cactos {10 dicas}

Oi gente!!

Como quem me segue no Instagram já sabe, eu comprei umas plantinhas no final de semana, e como eu não quero matá-las haha, decidi pesquisar um pouquinho como cuidar delas. Aí decidi compartilhar minha pesquisa com vocês, caso alguém também esteja pensando em adotar uma dessas belezinhas ou simplesmente tenha algumas dúvidas e ainda não teve tempo de procurar.

IMG_8864

1. O que eu Comprei?

Dois mini cactos e duas mini suculentas. Segundo especialistas, todos os cactos são plantas suculentas, porque guardam água em alguma parte do seu corpo para sobreviver. “A parte suculenta pode ser a folha, o caule, o rizoma ou a raiz, ou seja, todos os cactos são suculentas, mas nem todas as suculentas são cactos”.

2. Por que a Escolha?

Eu sou meio estabanada e sem muito tempo, aí eu resolvi comprar plantinhas que não exigissem muito de mim e mesmo assim fossem lindinhas. Elas não precisam ser molhadas muito frequentemente, nem adubadas, outra facilidade é que elas não precisam ser podadas. “Se podar, eles ficam feios, com aspecto de decepados”.

3. Quando Regar?

Aparentemente, isso varia muito de lugar para lugar, do quão quente é onde você mora, do tamanho da plantinha e de onde na casa elas ficam.
Eu moro no Rio de Janeiro, o verão aqui é bem intenso, eu li então que era recomentado nessa época do ano, eu molhar uma vez na semana. E no inverno, a cada 15 a 30 dias.
Porém, se a sua plantinha vai ficar dentro de casa, que nem as minhas elas podem precisar de água apenas uma vez por mês.
Para não errar, a melhor e mais eficaz maneira de verificar a necessidade de regar é sentindo a terra: se ela estiver muito seca, está na hora!
Importante tomar cuidado de não deixar a terra encharcada.

4. Dentro ou Fora de casa?

De um jeito ou de outro, sol é uma exigência. Além disso, boa ventilação e pouca umidade também são importantes.
Como são mini cactos e suculentas, são muito pequenos e frágeis para suportar horas de sol a pino. Se a gente já sofre com esse tamanho todo, imagina elas xP. Sendo assim, é bom evitar exposição direta ao sol, ou seja, mante-los em local com luz indireta (via janela) ou na sombra durante as horas de sol mais forte.
Eu tinha planos de deixar as minhas no banheiro, e pensei: “ah, como lá é úmido, é capaz deu nem precisar molhar!”. Mas já li que eles não curtem ambientes muito úmidos, e tendem a morrer em banheiros sem janela. O meu tem janela… Bom, vou tentar deixar ela aberta quando sair e vamos ver o que acontece hahah. Se eu ver que o negócio ta ficando ruim mudo minhas lindinhas pra varanda.

IMG_8852

5. A Terra

Como elas não gostam de umidade, precisam de solo bem seco, sendo bem importante manter o vaso com uma boa drenagem. Resumindo, tem que fazer com que a água não acumule dentro do vaso. Pra isso, é recomendado usar areia e cascalhos misturados à terra, garantindo assim a  porosidade e leveza ao solo, importante, principalmente, nos jardins sujeitos a chuvas.
O encharcamento excessivo causa o apodrecimento das raízes e a morte do cacto.

6. Pedrinhas

a) Ficam muito bonitinhas no vasinho
b) Ajudam a não sujar a planta quando a água entra em contato com a terra.
c) É essencial para as suculentas, pois retém a umidade e evitam a compactação do solo.

IMG_8858

7. Evite Molhar a Planta

Eu só li isso em um único lugar, mas meu pai vive falando isso sobre todas as plantas dele. Mas ta aí uma coisa que eu não entendo, na natureza elas não se molham pela chuva? Acho meio difícil que ela se preocupe em cair só na terra!
Não consegui encontrar maiores infos de porque não molhá-las, acho que é por que são sensíveis…

8. Adubar é Preciso?

Pelo que eu li sobre adubar essas plantinhas, é importante faze-lo apenas se você quer que:
a) Ela dê flor (aí tem épocas específicas para adubar)
b) Ela cresça.
Mas se você não tem nenhum dos dois objetivos, ela não vai se ressentir da falta de adubo. No meu caso, como eu quero que elas continuem pequenininhas e lindas do jeito que estão, e não faço a menor ideia se o tipo de cacto que eu comprei floresce, não pretendo adubá-las tão cedo hehe.

Mas se quê quer adubar…

Pode ser feito a cada três meses, com farinha de osso e torta de mamona, coisas que se encontra fácil em lojas de jardinagem (eu acreditei no que o artigo me disse auha). Aí é só colocar na terra antes de regar, e pronto.

9. Tamanho do Vaso

“Se não há espaço no recipiente, a planta simplesmente para seu lento desenvolvimento. Porém, o ideal é que o vaso acompanhe o tamanho da planta, sendo trocado, assim como o substrato, anualmente” dizem especialistas.
Como quero elas pequeninas, vou a principio manter no vaso em que vieram e depois trocar para algo mais bonitinho e talvez até menor (fiquem pequenas plantinhas!!!).
Aparentemente, o indicado para mini cactos são vasos com a altura mínima de sete centímetros, com distância entre a planta e a borda do recipiente entre dois e três centímetros.

IMG_8855

10. Trocando de Vaso

Não, eu quero que meus cactos cresçam ou quero mudar de vaso, uma vez que o que veio é muito feio.

Então vamos lá, os cactos e suculentas devem ser replantados quando o vaso ficar pequeno. Prestando atenção na terra a ser colocada como já falamos!
O novo vaso deve ser um terço maior que o anterior.

IMG_8856

Mais Fontes de Informação

Casa de Amados ∞ Assim se faz Delas ∞ Cuidar ∞ Mulher ∞ Jardim do Coração


Gente, eu não sou nenhuma especialista, por isso mesmo fiz esse post, não quero matar minhas recém compradas plantinhas uhahua. Sendo assim, se tiverem alguma dica pra me dar ou corrigir alguma coisa, por favor, fiquem a vontade. Contem suas próprias experiências também!!

Mil e Um Beijinhos e até a próxima!!

FanpageInstagramTwitterSkoob

deixe um comentario3